Feliz 2015

31/12/2014 13:45

A História é resultado das circunstâncias e das ações dos homens a partir delas. Isto parece claro.

 

O que não é tão óbvio é o por que de as coisas que entendemos serem as corretas não acontecerem da forma e na velocidade que julgamos necessárias.

 

Esse retardamento, no entanto, é fruto da nossa impaciência e incompreensão quanto aos papéis de cada um na cena social.

 

Ao atribuirmos a certos atores poderes ilimitados estamos, na verdade, praticando o erro infantil de misturar desejo com realidade. Nem os autoritários podem tudo, pois vivem sob o império de seus delírios.

 

A lucidez, o juizo, o bom senso são uma construção coletiva, tortuosa, de avanços e recuos. Assim como o craque a caminho de um gol — não necessariamente de uma vitória.

 

E todo gol é a soma da percepção de cada ator quanto às ações que as circunstâncias lhes exigem (nem mais, nem menos do que é o nosso papel). Sem ilusões, mas também sem vacilos.

 

Não é fácil.

 

Mas vamos avançando.