Os moleques estão nús

11/05/2017 07:08

O depoimento de Lula no histórico 10 de maio de 2017, na Justiça Federal, em Curitiba, deixou Moro e seus imberbes procuradores nús.

Desmascarou suas falsas provas.

Demonstrou que suas convicções se alimentam de meras ilações.

Comprovou o vício de origem das acusações que fazem, dado que extraídas pela tortura psicológica daqueles que são mantidos em seus cárceres.

Expôs suas práticas recorrentes de manipular a opinião pública, através de vazamentos à mídia, como método de fazer culpados.

Denunciou seus crimes não punidos pelas instâncias superiores do Judiciário e do Ministério Público.

Apontou a ausência de seriedade na formulação e na aceitação das denúncias que contra ele fazem.

Desafiou-os a condená-lo sem provas, sob pena de passarem a sofrer o mesmo massacre que a mídia grande a ele impõe desde 2003.

E, por fim, alertou-os de que seus pés de barro já estão à vista de todos.

Resultado: Lula os deixou nús, incapazes de esconder — digamos assim, cristãmente falando — suas vergonhas.