Sim ou Não

12/04/2017 08:02

Não percamos o foco: nossa civilização vive hoje, agora, uma etapa fundamental de transição.

Para onde e para o quê, eu não sei, ninguém sabe.

Talvez para melhor, de retomada da busca utópica (mas necessária) da maioridade da espécie. Mas talvez não.

No plano internacional, como se previu, Trump vai cumprindo o trágico papel de fomentador de guerras totais, mais em consequência de sua personalidade irresponsável e diversionista do que por razões de Estado.

O Doomsday (Relógio do Apocalipse) aponta neste momento para 2min e 30seg, o menor tempo para a meia-noite de um conflito nuclear desde que foi instituído, em 1947, pelo Bulletin of Atomic Scientists --- thebulletin.org/multimedia/timeline-conflict-culture-and-change#.

Este é o fato mais importante deste histórico 12 de abril de 2017.

No plano doméstico, o que temos hoje é o anúncio da destruição total e completa do Brasil, a partir da aguardada revelação da lista dos políticos delatados pela Odebrecht.

Agora, sim, estão todos ali: Lula e Dilma, como sempre, mas também FHC, Temer e toda a canalha golpista, tendo à frente Aécio, Serra, Alckmin e seus asseclas.

Se os crimes a uns imputados são mais contundentes do que os de outros; se as investigações e os processos andarão mais rápido para uns do que para outros; se os julgamentos e condenações de uns se concretizarão e os/as de outros dormirão nas gavetas da (in)justiça, da secular (in)justiça brasileira, eternamente a serviço da plutocracia, isso tudo veremos.

Ou não.